Instalando o VirtualBox no OpenSUSE 12


Neste post mostrarei como instalar o VirtualBox no OpenSUSE 12.2, mas os mesmos passos são válidos para as versões 11.4 e 12.1. Se caso também desejar instalar no Fedora, leia este post

O VirtualBox é uma ferramenta extremamente poderosa para a criar e gerenciar máquinas virtuais de diversos sistemas convidados como por exemplo MS-DOS, Windows 3.x, Windows 9x e superiores, diversas distribuições Linux outros sistemas operacionais derivados do UNIX.

Para iniciar a instalação, é necessário primeiramente abrir um terminal e entrar com o usuário root com o seguinte comando:

su -

Após entrar como root, verifique qual é a versão do kernel que está sendo utilizada no momento com o comando:

# uname -a

O que no meu caso gerou a seguinte saída

Linux minhamaquina.meudominio 3.4.6-2.10-desktop #1 SMP PREEMPT Thu Jul 26 09:36:26 UTC 2012 (641c197) x86_64 x86_64 x86_64 GNU/Linux

Vamos agora instalar as dependências do VirtualBox

# zypper install kernel-desktop kernel-desktop-devel kernel-source kernel-syms gcc make

Após esta instalação, feche todos os programas ativos e salve o seu trabalho e reinicie a máquina;
Novamente abra o terminal e entre com o usuário root

Efetue o download e o registro da chave pública do VirtualBox com os seguintes comandos:

# wget -q http://download.virtualbox.org/virtualbox/debian/oracle_vbox.asc
# rpm --import oracle_vbox.asc

Agora habilite os repositórios do VirtualBox no seu sistema, vale salientar que as versões 12.1 e 12.2 utilizam os mesmos repositórios que a versão 11.4 para este programa.

# cd /etc/zypp/repos.d/
# wget http://download.virtualbox.org/virtualbox/rpm/opensuse/11.4/virtualbox.repo

Finalmente iremos instalar o VirtualBox em si com o seguinte comando

# zypper install VirtualBox-4.2

Após a instalação certifique-se de que o módulo do kernel vboxdrv é carregado:

# modprobe vboxdrv

E para inicializar o módulo do kernel vboxdrv juntamente com o sistema durante o boot informe o seguinte comando:

# insserv vboxdrv

E para finalizar a instalação, é só adicionar os usuários ao grupo vboxusers com o sequinte comando:

usermod -a -G vboxusers nome_do_usuario

 

Agora é possível já executar o VirtualBox, clicando no atalho gerado por ele na lista de programas ou via terminal com o comando

virtualbox

 

Até a próxima

Anúncios

Instalando o VirtualBox no Fedora


O VirtualBox é uma poderosa ferramenta de virtualização utilizada tanto por empresas quanto usuários domésticos.

A ferramenta suporta diversos sistemas operacionais convidados, entre eles:

  • Windows 3.x
  • Windows NT 4.0
  • Windows 2000
  • Windows XP
  • Windows Server 2003
  • Windows Server 2008
  • Windows Server 2008 R2
  • Windows Vista
  • Windows 7
  • MS-DOS
  • Linux
  • Solaris
  • OpenSolaris
  • OpenBSD

Neste post mostrarei como efetuar a instalação do VirtualBox no Fedora 12 e superiores, CentOS e Red Hat Enterprise Linux (RHEL) a partir da versão 5.6.

Continue lendo “Instalando o VirtualBox no Fedora”

Liberando a execução de Scripts no PowerShell


Olá, neste post mostrarei como liberar, escrever e executar scripts escritos em PowerShell.

Primeiramente, para aqueles que não conhecem o PowerShell, eleé uma  ferramenta baseada scripts em linha de comando para automatização de tarefas administrativas de máquinas locais ou remotas que utilizam os sistemas operacionais da Microsoft, muito mais poderoso do que o prompt de comando clássico (o cmd.exe), pois possui suporte à todas as APIs .NET disponíveis no sistema, bem como WMI (para acessos remotos) e outros recursos interessantes. O Windows PowerShell é integrado como componente opcional do Windows Server 2008, habilitado por padrão no Windows Server 2008 R2 (exceto instalação core) e Windows 7, e pode ser baixada gratuitamente para instalação em Windows XP SP2, Windows Vista e Windows Server 2003.

Vamos iniciar.

Continue lendo “Liberando a execução de Scripts no PowerShell”

Instalando e Configurando FTP – IIS no Windows 7 e Windows Server 2008 R2


Neste post mostrarei como instalar e configurar o IIS (Internet Information Services) no Windows Server 2008 e Windows 7, essa ccnfiguração sempre é necessária caso você possua um servidor web novo, configurar algum servidor já existente como web ou para fazer alguns testes locais antes de por ser website ASP, ASP.NET ou PHP em produção.

Continue lendo “Instalando e Configurando FTP – IIS no Windows 7 e Windows Server 2008 R2”

Operação recursiva de manipulação de arquivos via PowerShell


O PowerShell é uma ferramenta mais atualizada para administração de sistemas Windows. Através dela, comandos que não podem ser feitos pelo prompt comum podem ser executados – e com várias opções.

Executando o “get-help“, você irá receber uma lista com todas as opções disponíveis.

Hoje, mostrarei um recurso bem interessante no qual utilizo bastante para manutenção de pastas, a chamada cópia recursiva de dados. Como alguns sabem, recursividade é a auto-execução de alguma coisa, até que se acabe. No caso do comando a seguir, traz a mesma ideia, porém, funciona tanto com pastas, quanto arquivos, ou ambos.

Continue lendo “Operação recursiva de manipulação de arquivos via PowerShell”