Gradiente promete voltar às prateleiras este mês


Segundo Eugênio Staub, fase pré-operacional da companhia já começou e os produtos estarão disponíveis para os consumidores a partir do segundo trimestre do ano

Após inúmeros rumores de quando a marca Gradiente voltaria às prateleiras, Eugênio Staub, presidente do conselho da IGB Eletrônica, companhia que detém os direitos da marca, assumiu um compromisso e afirmou que os novos produtos da Gradiente chegarão ao mercado em abril deste ano.
Segundo ele, desde o ano passado, a companhia já está em operação e caminha para se consolidar como uma empresa completa. “Toda a parte administrativa já está funcionando. Não posso dar detalhes da operação, mas posso adiantar que tem muita gente que nem imagina que a marca Gradiente um dia deixou de existir”, afirmou o empresário, em teleconferência com a imprensa. Continue reading “Gradiente promete voltar às prateleiras este mês”

Gradiente voltará ao mercado


Fora do mercado desde 2007, quando passou por maus momentos financeiros e paralisou a produção, a Gradiente relançará seus eletroeletrônicos ainda no primeiro semestre deste ano, e já planeja suas primeiras ações publicitárias, que estão a cargo da NBS.
A agência iniciou os trabalhos com a empresa no início de 2012 e cuidará de atendimento, planejamento, criação, produção e veiculação de todas as peças publicitárias da marca, assim como toda a estratégia de comunicação online e offline.
Controlada pela Companhia Brasileira de Tecnologia Digital (CBTD), da família Staub, a Gradiente apostará no desenvolvimento de notebooks e tablets para se diferenciar da concorrência. A companhia pretende começar com cerca de 30 mil tablets e, com o passar dos anos, ampliar a produção. Continue reading “Gradiente voltará ao mercado”

Gradiente em CSS3


Uma das features mais interessantes é a criação de gradientes apenas utilizando CSS. Todos os browsers mais novos como Safari, Opera, Firefox e Chrome já aceitam essa feature e você pode utilizá-la hoje. Os Internet Explorer atuais (8 e 9) não reconhecem ainda, contudo você poderá utilizar imagens para estes browsers que não aceitam essa feature. Você pode perguntar: “Mas já que terei o trabalho de produzir a imagem do gradiente, porque não utilizar imagens para todos os browsers?” Lembre-se que se utilizar uma imagem, o browser fará uma requisição no servidor buscando essa imagem, sem imagem, teremos uma requisição a menos, logo o site fica um pouquinho mais rápido. Multiplique isso para todas as imagens de gradiente que você fizer e tudo realmente fará mais sentido. Continue reading “Gradiente em CSS3”