Instalando drivers wireless Broadcom BCM4311, BCM4312, BCM4313, BCM4321, BCM4322, BCM43224, BCM43225, BCM43227 no CentOS 6


Neste post explicarei como instalar os drivers wireless das placas Broadcom BCM4311, BCM4312, BCM4313, BCM4321, BCM4322, BCM43224, BCM43225, BCM43227 no CentOS 6.

Para obter o modelo correto da placa, abra um terminal e informe o seguinte comando com o usuário root.

 # lspci | grep -i broadcom

Que na minha máquina gerou o seguinte resultado:

12:00.0 Network controller: Broadcom Corporation BCM4313 802.11b/g/n Wireless LAN Controller (rev 01)

Instale o pacote do repositório atrpms usando o comando abaixo (para CentOS 6.4 64 bits):

rpm -ivh http://dl.atrpms.net/el6.4-x86_64/atrpms/stable/atrpms-repo-6-6.el6.x86_64.rpm

Caso seja outra arquitetura ou versão do CentOS, acesse o repositório atrpm (http://dl.atrpms.net/el<versao>-<arquitetura>/atrpms/stable/)e obtenha o arquivo:

atrpms-repo-versão.arquitetura.rpm

Após o download e a instalação, instale o módulo da placa wireless:

yum install broadcom-wl-kmdl-$(uname -r)

Bloqueando Drivers que podem causar conflitos e reiniciando a máquina:

# echo -e “blacklist b43\nblacklist ssb\nblacklist bcma\nblacklist b43legacy\nblacklist brcm80211” >> /etc/modprobe.d/blacklist.conf

Reinicie a máquina para aplicar as alterações

# reboot

Após reiniciar a máquina, veja se a placa está funcionando, ou carregue o módulo com o comando abaixo:

modprobe wl

Até a próxima.

Ativando placas wireless Broadcom no OpenSUSE


Assim como demostrei como ativar as placas wireless Broadcom BCM4313 no Fedora , demostrarei agora como ativar a mesma placa no OpenSUSE 11.4, mas o mesmo é válido para outras versões, como por exemplo a versão 12.1 do sistema operacional.

Inicialmente verifique o modelo correto da sua placa wireless  utilizando o comando:

 # lspci | grep -i broad
que no meu caso gerou o seguinte resultado:

12:00.0 Network controller: Broadcom Corporation BCM4313 802.11b/g/n Wireless LAN Controller (rev 01)

Continue lendo “Ativando placas wireless Broadcom no OpenSUSE”

Placas Broadcom no Fedora 15/16


Olá, neste post mostrarei como ativar as placa wireless BCM4313 da Broadcom no Fedora 15 e 16.

Inicialmente verifique o modelo da placa do seu notebook utilizando o comando:
# lspci | grep -i broad
que no meu caso gerou o seguinte resultado:

12:00.0 Network controller: Broadcom Corporation BCM4313 802.11b/g/n Wireless LAN Controller (rev 01)

Após isso devemos configurar os repositórios free e non-free do rpmfusion
rpmfusion-free http://download1.rpmfusion.org/free/fedora/rpmfusion-free-release-stable.noarch.rpm
rpmfusion-nonfree http://download1.rpmfusion.org/nonfree/fedora/rpmfusion-nonfree-release-stable.noarch.rpm

Caso queira instalar por linha de comando, informe o comando:
#rpm -Uvh <url> Agora instale os pacotes:
# yum install -y broadcom-wl kmod-wl Agora é só carregar o módulo da placa:
# modprobe wl
Pronto, agora é só conectar à rede e sair navegando, caso ainda não seja reconhecida nenhuma rede sem fio (se houver alguma ativa), basta reiniciar a máquina e conectatar.

Até a próxima

Dicas – Como aumentar o sinal da rede Wi-Fi (sem fio)


Com cada vez mais dispositivos conectados à internet, às vezes fica inviável utilizar cabos para ligar todos os aparelhos. Por isso, os roteadores Wi-Fi estão sendo muito exigidos pelos usuários. O problema é que também há muitas reclamações relacionadas aos aparelhos. A maior parte delas devido às velocidades e instabilidades do sinal.

Se você já sofreu com isso, está na hora de conhecer algumas dicas muito interessantes (e simples) de como melhorar o sinal da internet sem fio na sua casa. Com apenas algumas rápidas mudanças, você pode melhorar – e muito – a qualidade das transmissões de internet. Confira. Continue lendo “Dicas – Como aumentar o sinal da rede Wi-Fi (sem fio)”

Melhore o sinal do seu Wi-Fi com latas de cerveja


Gambiarra é fácil de ser feita e pode melhorar sua conexão com a internet.

Que tal combinar uma boa cerveja com a internet? Calma! Não estamos falando para você encher a cara enquanto navega, mas em melhorar o sinal do Wi-Fi utilizando a embalagem da bebida. Ao menos essa é a dica do wikiHow, que ensina a construir uma “antena parabólica caseira” para aumentar a recepção do modem. Continue lendo “Melhore o sinal do seu Wi-Fi com latas de cerveja”

Estabilidade e continuidade em conexões 3G e wi-fi usando o "ping"


Existe uma solução muito simples para este problema: basta impedir que a placa ou modem entre em modo de economia de energia, mantendo a conexão sempre ativa. A forma mais simples de fazer isso é usar o comando “ping” para enviar pacotes para um endereço qualquer a cada 15 segundos. Abra um terminal e rode o comando:
$ ping -i 15 google.com (o google.com pode ser substituído por outro endereço qualquer)
Para que ele seja executado automaticamente durante o boot, resolvendo o problema definitivamente, use os dois comandos abaixo, que criam um script dentro da pasta /etc/rc5.d:
# echo ‘ping -i 15 google.com &’ > /etc/rc5.d/S99ping
# chmod +x /etc/rc5.d/S99ping

Para Fazer isso no Windows, vá  em Iniciar>Executar>cmd. Na tela preta que aparece, digite ping http://www.google.com.br -t, usando o ctrl+c para parar.

Mantendo o ping ativo, a conexão se torna bastante estável, mesmo ao conectar em redes com encriptação WPA. Você pode deixar o pc ou note ligado durante vários dias, mesmo sem usar a rede e a conexão se mantém aberta, pronta para usar.
O único inconveniente é que manter a placa ativa o tempo todo causa um pequeno aumento no consumo, reduzindo a autonomia das baterias em cerca de 10 minutos.